sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

PAUSA

Já faz algum tempo que não escrevo no blog (nem nesse e nem no "prosalunos"). Realmente estive sem tempo.

Esse final de semana quero escrever algumas coisas pra deixá-los atualizados.


Enquanto isso ficam as dicas:



Exposição Tarsila Viajante


Com curadoria de Regina Teixeira de Barros e consultoria de Aracy Amaral, a mostra assinala um momento importante na compreensão do legado de Tarsila. Em meio à celebração dos 80 anos do Manifesto Antropófago de Oswald de Andrade, inspirado na pintura Abaporu, é também concluída a edição de seu catálogo raisonné, e a obra de Tarsila do Amaral abre-se a novas abordagens e reflexões, como a que inspira esta exposição: Tarsila Viajante reúne cerca de 40 pinturas e 110 desenhos que apresentam a influência das viagens que realizou na constituição de seu repertório visual. De 19 de janeiro a 16 de março de 2008.


(tirado do site da Pinacoteca)


Abaporu,1928

óleo sobre tela 85 X 73cm

(Assin.:"11-1-1928",aniversário de Oswald de Andrade)



Exposição Segall Realista

Com o objetivo de celebrar o cinqüentenário de falecimento de Lasar Segall e os quarenta anos de existência do Museu Lasar Segall/IPHAN-MinC.

A exposição tem a curadoria de Tadeu Chiarelli, um dos principais especialistas em arte moderna brasileira. Chiarelli selecionou as obras da mostra, baseando-se na afirmação de Mario de Andrade, de que a produção segalliana representou a maior prova de que os artistas ligados às vanguardas européias tinham deixado o experimentalismo para advogarem o retorno ao realismo.


Local: Galeria de Arte do SESI
Data: 28/01/2008 a 16/03/2008
Horário: Segunda das 11h às 20h
Terça a sábado das 10h às 20h
Domingo das 10h às 19h
Ingressos: Entrada franca


Encontro, 1924

Óleo sobre tela

3 comentários:

Vítor [2ºT, Etapa da Ana Rosa] disse...

Prossora, será q vc vai ver esse comentário? Bom, então. É que eu tô vendo um livro daqui de casa chamado Matisse e Picasso (talvez já tenha tenha te falado dele) e eu vejo com espanto e admiração uma semelhança muito grande entre os dois. Os dois, que a gente estuda separado, o mestre do fauvismo e o expoente do cubismo, mas que na verdade tem uma pá de coisa em comum, foram rivais e amigos e foram importantes um pra obra do outro. Muito legal mesmo.
É isso. Bj, prossora, valeu.

Paulo Fontes disse...

Tenho estado a ler o seu blog e só agora reparei que é do Brasil, pois fiquei alarmado com a diferença na forma de escrever, embora em Portugal tenha sido aprovado recentemente um acordo ortográfico em que passarão a existir muitas semelhanças na forma escrita com a vossa. Tipo optimo passará para otimo acção para ação etc. Da minha parte acho lamentável, pois é a identidade de um povo que é adulterada, respeito a forma de escrever em uso no Brasil, que aí se escreve Brazil, se não estou em erro. Muitos escritores estão revoltados, outros não. Acredito serem mais belas as diferenças que separam do que as igualdades impostas por factores que irão previlegiar certas editoras e os estudantes, gastarem fortunas em novos dicionários...

Bruno disse...

Puta queu pariu é o obama!!!!!!^^